A 4ª conferência European Climate Change Adaptation (ECCA) teve lugar no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, de 28 a 31 de maio de 2019. Esta conferência vem no seguimento de Hamburgo (2013), Copenhaga (2015) e Glasgow (2017). Em 2010, a primeira conferência global sobre adaptação foi realizada em Gold Coast, na Austrália, sob a alçada do Programa Ambiental da ONU para a Investigação sobre Vulnerabilidade, Impactos e Adaptação às Alterações Climáticas (Environment Programme of  Research on Climate Change Vulnerability, Impacts and Adaptation – PROVIA). Isso marcou o início das conferências bienais de Adaptation Futures e inspirou um grupo de participantes europeus a organizar eventos com foco na Europa nos anos alternados. A Comissão Europeia concordou em apoiar a série de conferências com financiamento do Programa-Quadro Comunitário de Investigação & Inovação Horizonte 2020, da União Europeia. A gestão dos eventos foi da responsabilidade dos coordenadores de três projetos de investigação de adaptação financiados pela UE:BINGO, PLACARDe RESCCUE.
 

A conferência centrou-se nas metas dos três principais acordos internacionais: Acordo de Paris, Declaração de Sendai para Redução do Risco de Desastres e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Os temas discutidos e apresentados foram desde os grandes incêndios florestais, passando pela adaptação no setor privado, infraestrutura verde na paisagem urbana, inovação e resiliência urbana, serviços climáticos, cidadãos e vida sustentável e iniciativas de jovens.

 

ECCA 2019

Europa em risco – Adaptação aos extremos